Todd Korol Reuters
Todd Korol Reuters

Helio Castroneves se diz surpreso com cancelamento da prova

Um dos principais nomes do Brasil na Fórmula Indy lamenta pelos fãs da categoria: 'Foge do controle das equipes e dos pilotos' 

O Estado de S. Paulo

29 de janeiro de 2015 | 23h43

A notícia do cancelamento da etapa de Brasília da Fórmula Indy em 2015 surpreendeu o piloto brasileiro Helio Castroneves. Vice-campeão da categoria em 2014 disse que acordo para a realização da prova, dia 8 de março, estava 'bem encaminhado'.

"Eu fui pego de surpresa, pois tudo até onde eu sabia estava caminhando bem. É uma pena que a corrida tenha sido cancelada, mas confio que uma solução possa ser dada a esse problema futuramente. Eu lamento pelos fãs, mas coisas como essas fogem do controle das equipes e dos pilotos".

O Brasil recebeu a Fórmula Indy pela última vez em 2013, no circuito de rua montado em São Paulo, em torno do Anhembi. O País ficou fora do calendário da competição em 2014.

O GP de 8 de março seria o de abertura da temporada, que agora terá um total de 17 provas. A primeira corrida, agora, passa a ser a de St. Petersburg, na Flórida (EUA) em 29 de março. O Brasil tem dois pilotos inscritos para a temporada: Tony Kanaan, da Ganassi, e Helio Castroneves, da Penske.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula IndyVelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.