Hockenheim dá sorte para brasileiros

É grande a afinidade dos pilotos brasileiros com bons resultados no traçado de Hockenheim, apesar de nenhum deles ver no circuito qualquer atrativo maior. Foi nessa pista, por exemplo, que Emerson Fittipaldi marcou seus primeiros pontos, em 1970, ao chegar em quarto. Era a sua segunda corrida na Fórmula 1 e ainda com o chassi antigo da Lotus, o 49C. Em Hockenheim também Nelson Piquet estreou na Fórmula 1, em 1978, com Ensign, e Rubens Barrichello realizou seu melhor trabalho no Mundial, ao vencer o GP da Alemanha, ano passado, depois de largar em 18º e estabelecer o recorde dos seus 6.825 metros, com 1min44s300. Ayrton Senna e Nelson Piquet são os recordistas de vitórias no circuito, com três cada um. Piquet, em 1981, 1986 e 1987. Senna, em 1988, 1989 e 1990.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.