Román Rios / EFE
Román Rios / EFE

Honda confirma que Márquez sofreu fratura no braço direito em acidente na Espanha

Equipe afirma que, apesar de queda feia, piloto não sofreu 'nenhum outro traumatismo craniano ou torácico grave'

Redação, Estadão Conteúdo

19 de julho de 2020 | 18h28

Seis vezes campeão da MotoGP, Marc Márquez sofreu uma fratura no braço direito em um acidente na etapa da Espanha, realizada, neste domingo, no circuito de Jerez de la Frontera, na prova de abertura da temporada 2020.

A equipe Honda confirmou a lesão do atual campeão da principal categoria de motovelocidade, que "sofreu uma fratura diafisária transversal no úmero direito" e explicou que Márquez deve ser operado nesta terça-feira.

A Honda disse que Marquez, de 27 anos, permanecerá sob observação por 12 horas, mas "nenhum outro traumatismo craniano ou torácico grave" foi descoberto. A equipe disse que o "tempo de recuperação de Marquez ainda é desconhecido".

"Às vezes as coisas não saem como o esperado, mas a coisa mais importante é voltar e seguir em frente", disse Márquez em publicação no Twitter. "Eu prometo a vocês todos que voltarei o mais rápido possível e ainda mais forte".

O espanhol se acidentou quando faltavam quatro voltas para o fim da prova e foi colocado em uma maca. Ele largou em terceiro lugar, mas perdeu vários posições no início da corrida, quando perdeu controle da sua moto, mas conseguindo evitar um acidente.

A MotoGP volta a Jerez de la Frontera no próximo fim de semana, na etapa da Andaluzia. A corrida deste domingo, vencida pelo francês Fabio Quartararo, foi a primeira das 13 de um calendário reduzido que estava originalmente programado para começar em março, mas foi suspenso por causa da pandemia de coronavírus. A prova foi realizada sem público e com rigorosas medidas de controle sanitário.

Tudo o que sabemos sobre:
MotoGP [motovelocidade]Marc Márquez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.