Horner diz que é cedo para Vergne correr pela Red Bull

O chefe da Red Bull, Christian Horner, descartou nesta quinta-feira a transferência do piloto Jean-Eric Vergne da Toro Rosso para a equipe que é a atual tricampeã da Fórmula 1. O francês era um dos candidatos a substituir o australiano Mark Webber na Red Bull a partir de 2014

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 16h21

"Jean-Eric está demonstrando novamente bom desenvolvimento e potencial. Mas, neste estágio, ainda é cedo para ele", afirmou Horner, ao descartar a ida do francês para a Red Bull. "Foi por isso que escolhemos o Daniel para testar em Silverstone na semana passada", justificou.

Vergne e Daniel Ricciardo são dois dos pilotos mais jovens da Fórmula 1. Eles dividem as atenções na Toro Rosso, equipe que é considerada um satélite da Red Bull. Foi de lá que saiu o alemão Sebastian Vettel, que venceu os últimos três campeonatos da F1, todos pela Red Bull.

Ricciardo vem alcançando melhores resultados nos últimos dois anos. E, agora, tornou-se o favorito entre os mais jovens para assumir o lugar vago da Red Bull. "Vergne tem seis meses a menos de experiência que Daniel. Ele ainda está aprendendo, ainda está se desenvolvendo", reforçou Horner, ao demonstrar sua preferência por Ricciardo.

Com este corte de Horner, restam praticamente apenas dois candidatos para assumir a vaga de Webber. Ricciardo tem como rival o experiente Kimi Raikkonen, campeão em 2007 e um dos pilotos que estão na briga pelo título da atual temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.