Divulgação
Divulgação

Hulkenberg diz que redução nos testes pode ajudar a Force India

Alemão acha que primeiras provas estarão mais abertas

Estadão Conteúdo

13 de janeiro de 2016 | 16h01

A redução do número de dias da pré-temporada da Fórmula 1 pode dificultar a preparação das equipes para a temporada 2016, mas Nico Hulkenberg conseguiu enxergar um aspecto positivo diante dessa situação. Para o alemão, a Force India poderá começar o ano mais forte do que equipes concorrentes, pois terminou bem o último campeonato.

"Menos testes podem significar melhores oportunidades durante as primeiras corridas se estivermos melhor preparados do que os outros e mantivermos o ritmo", disse o piloto alemão em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

Em 2016, os testes de inverno (na Europa) da Fórmula 1 vão se resumir a oito dias, entre 22 e 25 de fevereiro e 1º e 4 de março, ambos no circuito de Barcelona. Com isso, as equipes terão menos tempo de pista na preparação para a prova de abertura do campeonato, o GP da Austrália, marcado para 20 de março. "No final das contas, é tudo que todo mundo tem e tudo o que temos a fazer é trabalhar com este tempo", acrescentou.

A Force India terminou o último campeonato em quinto lugar no Mundial de Construtores, com 136 pontos, e pontuou nas últimas nove provas da temporada. Já Hulkenberg foi o décimo colocado no Mundial de Pilotos, num ano em que também se destacou fora da Fórmula 1 - venceu as 24 Horas de Le Mans.

Hulkenberg também elogiou os trabalhos desenvolvidos pela Force India no seu novo carro na fábrica da equipe em Silverstone, acreditando ser possível avançar na próxima temporada. "Pelo que vi do que a equipe está fazendo e desenvolvendo, acho que podemos lutar por bons resultados, provavelmente ainda melhores do que em 2015", concluiu o piloto alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.