Paul Buck/EFE
Paul Buck/EFE

Iannone supera Márquez e lidera treinos livres da MotoGP em Austin

Italiano da Suzuki Ecstar foi o mais rápido desta sexta-feira no Circuito das Américas

Estadão Conteúdo

20 de abril de 2018 | 18h10

O italiano Andrea Iannone surpreendeu nos instantes finais do segundo treino livre da etapa de Austin da MotoGP, nos Estados Unidos, e desbancou o espanhol Marc Márquez. O piloto da Suzuki Ecstar foi o mais rápido desta sexta-feira no Circuito das Américas, em preparação para a terceira corrida da temporada

+ Barrichello revela que retirou tumor descoberto em exames motivados por AVC

O italiano marcou o tempo de 2min04s599, superando o 2min04s655 de Márquez, que é o grande piloto da etapa de Austin. O atual bicampeão da MotoGP tem amplo domínio no traçado norte-americano, com vitória nas cinco corridas já disputadas no circuito, que também recebe provas de Fórmula 1.

Neste ano, porém, Márquez ainda não brilhou. O piloto da Honda ainda busca a primeira pole position e a primeira vitória da temporada. E é em Austin que suas chances de vencer crescem consideravelmente. Para tanto, terá que superar o ritmo de Iannone no treino classificatório deste sábado, a partir das 16h10 (horário de Brasília).

O terceiro melhor tempo desta sexta foi registrado pelo também espanhol Maverick Viñales, da Yamaha, com 2min04s863. Seu companheiro de equipe, o italiano Valentino Rossi, foi o quarto mais veloz do dia, com 2min04s958. Líder do campeonato, o britânico Cal Crutchlow, da LCR Honda, anotou o quinto tempo, com 2min05s088.

O Top 10 desta sexta teve ainda o espanhol Álex Rins (Suzuki Ecstar) em sexto lugar, seguido do compatriota Jorge Lorenzo (Ducati) do italiano Andrea Dovizioso (Ducati) e dos espanhóis Aleix Espargaró (Aprilia Racing) e Dani Pedrosa (Honda).

A corrida em Austin tem largada marcada para as 16 horas de domingo (pelo horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.