Alejandro García/EFE
Alejandro García/EFE

Incêndio em box da McLaren em Barcelona deixa três funcionários feridos

A escuderia informou que o 'fogo foi rapidamente apagado pela equipe, e o serviço de emergência do circuito agiu imediatamente'

Redação, Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2019 | 17h26

Um incêndio atingiu o box da McLaren no Circuito da Catalunha, em Barcelona, nesta sexta-feira. Em breve comunicado, a equipe de Fórmula 1 confirmou o susto e informou que três funcionários ficaram levemente feridos. Eles já foram encaminhados ao centro médico e passam bem.

"Houve um pequeno incêndio em nosso box durante o dia de filmagem particular da equipe. O fogo foi rapidamente apagado pela equipe, e o serviço de emergência do circuito agiu imediatamente. Três funcionários da equipe foram tratados e liberados logo depois", informou.

Um dia depois do fim dos testes de pré-temporada no circuito catalão, a McLaren, a Racing Point e a Williams foram liberadas para realizar filmagens na pista. A Fórmula 1 permitiu que o trio utilizasse o traçado para fazer uma série de voltas, desde que não ultrapassassem o limite de 100km/h.

De acordo com veículos da imprensa europeia, o fogo teria iniciado durante o abastecimento do carro de Lando Norris, possivelmente por causa de vazamento de combustível. A McLaren não informou quais foram os funcionários que se feriram e nem o dano material causado pelo incêndio.

O incidente aconteceu sete anos depois de um outro incêndio ocorrido nos boxes do Circuito da Catalunha. Em 2012, o fogo tomou conta da garagem da Williams momentos após a surpreendente vitória de Pastor Maldonado no GP da Espanha.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
MclarenLando NorrisFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.