Indianápolis: Junqueira entra no grid

O ?Bump Day?, no próximo domingo, em Indianápolis, será a última chance para os pilotos se classificarem para as 500 Milhas de Indianápolis. A corrida vai ser disputada no dia 27. No domingo passado, o Brasil ganhou mais um piloto no grid: Bruno Junqueira.A Chip Ganassi decidiu colocar mais dois carros no grid de Indianápolis. Depois de classificar os pilotos norte-americanos Tony Stewart (sétimo) e Jimmy Vasser (12º), foram para a pista Bruno Junqueira e o francês Nicolas Minassian, a dupla que corre na Cart, com os G-Force/Olds. O brasileiro fez uma média excelente - 360,750 km/h - e garantiu o 25º lugar. Se fizesse essa marca no sábado, no ?Pole Day?, largaria com o 10º melhor tempo. O francês Nicolas Minassian, companheiro de Junqueira, conseguiu o 27º.Uma semana antes do treino oficial de classificação em Indianápolis, Chip Ganassi anunciou que Junqueira e Minassian não disputariam as 500 Milhas por falta de experiência nas grandes corridas em superspeedways (ovais longos). Mudou de idéia.Com quatro pilotos no grid - Stewart, Vasser, Junqueira e Minassian -, a Chip Ganassi será a segunda equipe com o maior número de pilotos nas 500 Milhas. A primeira é a Scandia, que pôs cinco pilotos em 1997.As marcas de domingo completaram o grid. A última vaga ficou para o ?Bump Day? - quando os últimos do grid poderão perder a posição para os últimos nove pilotos que ainda treinarão. Um deles é o chileno Eliseo Salazar, que não marcou tempo no fim de semana. Dois brasileiros correm um pequeno risco de ficar fora: Airton Daré, com o G-Force/Olds da TeamXtreme, e Felippe Giaffone, também com G-Force/Olds da Hollywood/Treadway.Tony George, dono de Indianápolis e presidente da Indy Racing League, comenta: "O risco existe. Muitos que conseguiram se classificar de forma dramática no último dia chegaram a ganhar a corrida. Foi assim com Al Unser em 1987, Al Unser Jr. em 94 e Eddie Cheever em 98, apenas para citar alguns casos."No domingo, caso seis pilotos superem suas marcas, Felippe Giaffone e Airton Daré voltarão à pista para defender posições.Michael Andretti mudou o acerto do carro e melhorou de 355,181 para 359,516 km/h. Eddie Cheever, campeão da Indy/98, também mudou seu Dallara/Nissan e melhorou em quase duas milhas sua média horária, ficando em 30º lugar. Sarah Fischer, da Walker Racing, única mulher nas 500 Milhas, obteve o 15º lugar no ?Pole Day?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.