Indy: IRL tenta aumentar prestígio

Com o prestígio em alta nos Estados Unidos, mas ainda enfrentando a desconfiança no resto no mundo em relação à qualidade dos equipamentos que utiliza e dos pilotos que integram seu campeonato, a Indy Racing League inicia neste domingo, em Phoenix, a temporada 2001. O Brasil tem dois representantes na competição, Airton Daré e Felipe Giaffone. Nesta primeira prova, dois outros brasileiros irão à pista: Gil de Ferran e Hélio Castro Neves. A dupla da Penske vai aproveitar o GP para começar a adaptação ao chassis Dallara, com o qual disputará as 500 Milhas de Indianápolis, dia 27 de abril. A corrida, em 200 voltas pelo oval de 1 milha de Phoenix, terá início às 18 horas. A TV Bandeirantes anuncia transmissão.Daré disputa sua segunda temporada na IRL. No ano passado, foi o estreante do ano e agora espera lutar por vitórias e até pelo título. "Estou mais experiente e, portanto, mais confiante. E minha equipe (a XTreme) evoluiu bastante. Agora, está entre as melhores da categoria?, diz. Ele revela que seu carro (chassis G-Force e motor Oldsmobile) não é muito eficiente na classificação. "Mas o acerto de corrida é muito bom?.Rookie - Estreante na categoria, Felipe Giaffone, que vem da Indy Lights, tem como plano principal ser o melhor ?calouro? do ano. No entanto, adota uma posição cautelosa. "A corrida de Phoenix para avaliar minhas chances no campeonato?, afirma Felipe, da equipe Treadway. O campeonato da IRL terá 13 corridas, todas em circuito oval. O encerramento será em Fort Worth, em 16 de setembro. Além do chassis G-Force, a categoria utiliza os Dallara. Os motores Oldsmobile têm como concorrentes os Infinity, da Nissan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.