Indy não terá mais prova em Michigan

A Fórmula Indy não irá realizar mais etapas no tradicional circuito oval de Michigan a partir de 2002. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo presidente da Cart (Championship Auto Racing Teams), Joseph Heitzler. O contrato entre a entidade e os organizadoras da prova termina este ano - A corrida desta temporada está marcada para o dia 22 de julho - e não será renovado por falta de acordo financeiro.O impasse surgiu há algumas semanas, quando o presidente do Michigan Motors Speedway, Brett Shelton, passou a tentar com a Cart a redução do valor pago pela prova, alegando queda de público nas últimas edições. A Cart não concordou. Os comentários são de que Michigan pagava US$ 3 milhões por corrida.O circuito de Michigan, um superspeedway de 2 milhas (3,218 quilômetros) recebe provas da Indy desde 1968. A partir de 1981, as corridas no circuito passaram a ser realizadas em 500 milhas, embora até 1986 a pista também tenha sediado GPs em distâncias menores.Foi em Michigan que um piloto brasileiro venceu pela primeira vez na Fórmula Indy: Émerson Fittipaldi, em 1985. Outros brasileiros que ganharam na pista foram André Ribeiro (1996) e Tony Kanaan (1999). A vitória de Kanaan foi a única obtida pelo piloto até agora na categoria.

Agencia Estado,

26 de junho de 2001 | 17h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.