André Dusek - Estadão -18/09/2014
André Dusek - Estadão -18/09/2014

Indy se diz desapontada com o cancelamento de corrida em Brasília

A IndyCar, entidade responsável pela Fórmula Indy, lembra que já considerava a prova um sucesso de público e financeiro

O Estado de S. Paulo

29 de janeiro de 2015 | 23h30

 A IndyCar, a entidade responsável pelo campeonato da Fórmula Indy, publicou um comunicado oficial em seu site a respeito do cancelamento da Brasília Indy 300. O cancelamento foi divulgado na tarde desta quinta-feira, em comunicado publicado pela TV Bandeirantes. Sem dar maiores detalhes, a emissora afirmou que a Terracap, agência de desenvolvimento do Distrito Federal, "cancelou unilateralmente" a corrida.

"O anúncio de hoje, pela Band, de que a corrida da Indy de 8 de março, em Brasília, está cancelado, foi ao mesmo tempo inesperado e desapontador. A IndyCar recebeu todas as indicações de que a corrida já era um sucesso: dois terços dos assentos disponibilizados para o evento haviam sido vendidos; um patrocinador master para o evento (Itaipava) fora anunciado na véspera; o setor de hospitalidade todo vendido; e a construção da pista estava progredindo e dentro do cronograma.

Embora não tenhamos recebido confirmação formal de nossos parceiros no Brasil a respeito do cancelamento, economicamente a Indy está protegida e o paddock está protegido contra essa atitude".

O Ministério Público do Distrito Federal destaca que a Band está sujeita a pagamento de R$ 80 milhões, conforme contrato celebrado pela emissora com a Indy. 

  





Tudo o que sabemos sobre:
IndyvelocidadeFórmula Indy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.