Ingleses cobram resposta de Coulthard

A imprensa inglesa isentou David Coulthard, da McLaren, pela batida na largada na prova de Silverstone, mas cobrou do escocês um pouco mais de reposta ao impressionante apoio que recebeu dos ingleses durante todo o fim de semana. O mais popular de todos os homens de comunicação do país, o lendário locutor Murray Walker, de 77 anos e que há nada menos de 52 transmite competições automobilísticas, comentou que os milhões de fãs de Coulthard não querem que ele seja o que não é, "mas ao menos retribua um pouco do carinho que recebeu." Walker na ITV, a televisão digital de Bernie Ecclestone, lembrou que em 1987, Nigel Mansell, "o maior showman da Fórmula 1?, foi logo depois da corrida, de moto, até a curva Stowe, local da ultrapassagem sobre Nelson Piquet, o companheiro de Williams. "Nigel havia acabado de ganhar o GP da Grã-Bretanha e beijou o asfalto onde assumiu a liderança. A torcida ficou louca." Segundo Walker, não se pode esperar nada parecido de Coulthard.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.