Ingo Hoffmann vence etapa em Curitiba

A vitória de Ingo Hoffmann e o segundo lugar de Beto Giorgi, neste domingo, na 10ª etapa do Brasileiro de Stock Car, em Curitiba, embolaram ainda mais a luta pelo título. Até porque, o líder do campeonato, Chico Serra, não marcou pontos. Com isso, a duas etapas para o fim da temporada, a diferença entre os três primeiros na classificação é de apenas três pontos (sem o descarte obrigatório). Serra tem 137 pontos, Giorgi, 136, e Ingo, 134. Nonô Figueiredo (111) e Cacá Bueno (108) também estão no páreo.Disputada sob forte calor (33 graus de temperatura ambiente), a prova em Curitiba teve muitas quebras e algumas rodadas. Uma delas foi de Paulo Gomes, que largou na pole e liderava, na terceira volta - terminou em 13º. Então, Cacá Bueno assumiu a ponta e a manteve até a 23ª das 27 voltas. Mas o carro de Cacá quebrou e Ingo Hoffmann assumiu a ponta, que manteve até o fim para conseguir sua terceira vitória no ano.Ingo completou a prova em 39m38s560 (150.853 km/h de média), com vantagem de 5s085 para Giorgi e de 9s080 para Xandy Negrão, o terceiro colocado. Figueiredo foi o sexto."Eu larguei bem, ganhei a posição do Chico (pulou de quarto para terceiro) e preferi não arriscar no começo. Com a rodada do Paulão, que quase me tira da prova, o Cacá foi abrindo e cheguei a me conformar com o segundo lugar. Aí ele quebrou e pude contar com a sorte para vencer??, disse Ingo. "Agora está tudo zero a zero??, acrescentou, sobre a disputa do título.Beto Giorgi também se sentiu recompensado, depois dos problemas que enfrentou - roubo do motor de seu carro e perda de um patrocinador. "O segundo lugar caiu no meu colo, mas foi um prêmio depois de tantos problemas.??Descarte - O regulamento da Stock Car prevê que os pilotos devem de descartar os dois piores resultados obtidos durante a temporada. Chico, Ingo e Cacá não precisarão descartar ponto algum, pois suas duas piores colocações foram em provas não completadas. Beto, hoje, precisaria se "livrar?? de sete pontos (um nono lugar em Guaporé) e cairia para 129 pontos. Nonô perderia dois (do 14º posto em Campo Grande) e ficaria com 109.A penúltima etapa será dia 3 de novembro, em Londrina, e a última no dia 24, em Interlagos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.