Interlagos aprovado em vistoria da FIA

Ao contrário de vários pilotos e alguns representantes de equipes que estão se queixando das condições da pista do Autódromo de Interlagos, o delegado de segurança da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Charlie Whiting, não fez qualquer restrição ao circuito. Nesta quinta-feira, o delegado fez a inspeção oficial para o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 e parecia bem menos crítico do que nos anos anteriores.Resolvido o problema do desnível entre as caixas de brita e a pista, sua principal preocupação para a corrida, Whiting preferiu conferir com mais detalhes as modificações nos guard-rails localizados na saída dos boxes e na Curva do Pato e não fez qualquer objeção ao trabalho. "De resto, ele só pediu pequenas mudanças no posicionamento dos pneus nas áreas de escape e corte de grama, como a gente costuma dizer, questões de ´perfumaria´ que tem muito mais a ver com o aspecto visual do que com o de segurança", explicou o delegado de prova, Carlos Montagner.As placas de publicidade logo à frente da linha de largada - que no ano passado caíram na pista e causaram problemas durante os treinos - foram colocadas no fim da tarde de quinta-feira, mas Whiting não vistoriou. "Na verdade, as placas são de responsabilidade dos organizadores", explicou Montagner. Desde que o problema foi detectado no ano passado, a FIA decidiu definir padrões para a fixação que, segundo os organizadores, foram obedecidos este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.