Interlagos passa no teste e está pronto para a Fórmula 1

Autódromo é aprovado em teste final antes de receber etapa de encerramento da temporada

Milton Pazzi Jr., especial para o Estadão,

06 de outubro de 2007 | 12h02

Em uma vistoria realizada na manhã deste sábado, o autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, foi aprovado para receber o GP do Brasil de Fórmula 1. A etapa que encerra o Mundial deste ano acontece dia 21 de outubro, em São Paulo. "Está tudo pronto e aprovado. Só falta chegar os carros da F-1", comemorou o diretor da prova brasileira, Carlos Montagner.   Veja também:  Hamilton conquista pole e fica mais próximo do título   A pista teve todo o seu pavimento refeito, com a remoção do antigo asfalto e a colocação de um novo. "A pista está com grip (aderência) maior por causa do tipo de asfalto utilizado. As condições estão melhores que a de muitas pistas da Europa. Ficou muito bom", comentou o Engenheiro-chefe do GP do Brasil, Luis Ernesto Morales.   As mudanças visam, além de diminuir as ondulações do asfalto, melhorar a segurança da pista. A parte que sofreu as modificações mais profundas foi a entrada do box, que ficou mais 'reta' e fora do traçado por onde os carros passam normalmente.   O teste deste sábado aconteceu com sol, céu azul e temperatura próxima dos 30° em São Paulo. Andaram pela pista 8 carros da F-Brasil 1600, atrás do safety car. A medida serviu para que fossem testados os procedimentos de sinalização (bandeirinhas), resgate e atendimento de emergência em caso de acidentes durante a prova.   Além dos carros da F-Brasil 1600, também andou pela pista um carro do Troféu Maserati, que testou as ondulações do asfalto - o carro é mais baixo e tem uma configuração mais próxima aos monopostos da Fórmula 1.   Mas nem tudo estava perfeito em Interlagos, como explicou o administrado do autódromo, Chico Rosa. "Pena que faltou chover em São Paulo para deixar a grama mais verde e deixar o autódromo mais bonito", brincou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.