Interlagos pode perder investimentos

O bizarro final do Grande Prêmio da Áustria, em que Rubens Barrichello deu passagem para Michael Schumacher nos metros finais, virou assunto da administração municipal. Alegando que a Fórmula 1 virou exclusivamente um negócio, um grupo de vereadores de São Paulo sustenta que o GP do Brasil deve ser tratado como tal e não mais contar com auxílio financeiro da Prefeitura. Por isso, criou um projeto de lei com dois objetivos: impedir que verba pública seja empregada em obras no autódromo de Interlagos e que os organizadores disponham de isenção de ISS (Imposto Sobre Serviços) na venda de ingressos. Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.