EFE/Sebastião Moreira
EFE/Sebastião Moreira

Interlagos tem ajustes no traçado antes dos primeiros treinos

Nesta sexta-feira serão realizados os primeiros testes

CIRO CAMPOS E FELIPE ROSA MENDES, Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2015 | 18h18

O autódromo de Interlagos, em São Paulo, passou por seus últimos ajustes nesta quinta-feira antes de os carros da Fórmula 1 acelerarem na pista, nesta sexta, para os primeiros treinos livres do GP do Brasil. A organização da corrida precisou fazer pequenas alterações nas zebras e na pintura de um trecho do traçado, a pedido do diretor de prova e delegado de segurança, Charlie Whiting.

Ao percorrer o circuito, Whiting pediu que fossem arredondadas as ranhuras nas lavadeiras, trecho da zebra em maior relevo, das curvas 2, 3, 4, 5, 8 e 10. O ajuste vai reduzir o desgaste dos pneus. Além disso, o diretor de prova solicitou nova pintura em uma área de escape e um corte mais nivelado na grama. As mudanças já foram realizadas pela organização de Interlagos.

Os ajustes nas zebras eram mais preocupantes porque servem para escoar a água e há previsão de chuva para sexta-feira, sábado e domingo, o dia da corrida. Nesta quinta, porém, o sol predominou no período da tarde, elevando a temperatura na pista e no paddock. Para esta sexta, a expectativa é de tempo seco pela manhã e pancadas de chuva à tarde.

As atividades em Interlagos terão início nesta sexta-feira às 10 horas, com o primeiro treino livre. A segunda sessão será realizada entre 14 horas e 15h30. Ainda há ingressos à venda nas bilheterias do autódromo. Os valores variam de R$ 525,00 a R$ 2.630,00 - os bilhetes são válidos para os três dias do evento.

A organização do GP do Brasil acredita que o público deste ano deve superar a marca de 133 mil pessoas, registrada em 2014. O ritmo de vendas, segundo a direção, está maior neste ano. O autódromo tem capacidade para receber cerca de 75 mil torcedores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.