Petr David Josek/AP
Petr David Josek/AP

Investigado, Grosjean escapa de punição e larga em 3º

Carro do francês apresentou uma irregularidade na parte dianteira

AE, Agência Estado

27 de julho de 2013 | 15h49

BUDAPESTE - Surpresa deste sábado, Romain Grosjean correu o risco de perder a preciosa 3ª colocação no grid de largada do difícil GP da Hungria. O francês foi investigado pelos comissários da prova, por apresentar irregularidade no assoalho de sua Lotus, mas escapou de uma punição pesada.

Seu carro havia sido reprovado na inspeção técnica em razão de uma irregularidade na parte dianteira. A falha poderia custar o terceiro lugar obtido no treino e Grosjean poderia até ter de largar da última colocação no circuito que é considerado um dos mais difíceis de se fazer ultrapassagem na Fórmula 1.

Os comissários, contudo, acataram a justificativa da Lotus. A equipe afirmou que um choque do carro contra a zebra na curva 11, durante o Q2, teria sido o responsável pela falha no assoalho. "Consideramos razoável que este impacto tenha causado a fratura no assoalho do carro", declararam os comissários em nota.

Com a liberação, o piloto francês poderá do início do grid, logo atrás do pole Lewis Hamilton. Sebastian Vettel sairá da segunda colocação. Grosjean já havia surpreendido no início do dia ao registrar o melhor tempo do terceiro treino livre do GP da Hungria, em Budapeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.