IRL: Brasileiro faz sucesso no acesso

Jaime Câmara nunca venceu uma corrida no Brasil. Mas no primeiro ano de Infitini Pro-Series, a categoria de acesso à Indy Racing League, o piloto goiano já ganhou duas corridas em traçados ovais e prepara o caminho para chegar a IRL em 2007. "Nunca pensei em correr na Europa. Gosto mais da disputa das provas do automobilismo americano. Além disso, estou mais acostumado com o estilo de vida americano", justifica.No Brasil, a melhor classificação de Jaime foi um 2.º lugar no Sul-Americano de F-3 light, em 2003. Quando não estava correndo, Jaime passava o tempo aprendendo a pilotar helicópteros. Até que resolveu encarar de vez o automobilismo profissional. "No final do ano passado vim para os EUA e fiz um teste. Depois negociei para disputar a Infiniti. Minha adaptação foi mais rápida do que imaginava".Jaiminho ganhou a etapa de Indianápolis, preliminar das 500 Milhas, e venceu em Nashville, na semana passada. Nas duas corridas, largou na pole e venceu de ponta a ponta. Dessa forma, o piloto saltou para o 3.º lugar no campeonato com 234 pontos. O líder é o americano Wade Cunningham, com 259.No domingo, Jaime Câmara volta a correr na Infiniti, no circuito de Milwaukee. No começo do ano, o goiano participou de um teste coletivo neste oval curto (uma milha ou 1609 metros) e foi o mais rápido. "Claro que situação de corrida é diferente. Mas temos uma boa referência da pista."Câmara atribui ao engenheiro Tim Neff, da equipe Sam Schmidt, o seu sucesso nos ovais: "Ele me dá a orientação precisa e eu sei as informações corretas que preciso passar para a equipe. Isso começou logo nos primeiros testes", explica. A Infiniti corre com chassi Dallara, motor Infiniti (Nissan) de 3,8 litros e pneus Firestone.O campeonato tem ainda 7 corridas pela frente, incluindo a de domingo em Milwaukee. Com exceção de Kentucky, Jaime não conhece os traçados restantes. "Mas vamos estudá-las e conseguir tirar o máximo nelas."Enquanto se prepara para uma possível disputa do título, repetindo o que o piloto Tiago Medeiros fez no ano passado, Jaime também pensa no futuro. "Eu acho que o melhor é fazer mais uma temporada na Infiniti. Depois tentar a IRL em 2007", avalia. Em Miami, onde mora, o piloto mantém um relacionamento estreito com Tony Kanaan e Vitor Meira, da Indy Racing League. "Estou acompanhando tudo na IRL já que a Infiniti faz as preliminares. Isso ajuda. Você acaba conhecendo as pessoas chaves em todas as equipes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.