IRL começa em Miami com quatro brasileiros na pista

Quatro brasileiros participam neste domingo, no oval de uma milha e meia de Homestead, em Miami, da abertura do 11.º Campeonato da Indy Racing League (IRL): Tony Kanaan, campeão de 2004, pela equipe Andretti-Green; o bicampeão de Indianápolis, Hélio Castroneves, da Penske; Felipe Giaffone, da A.J. Foyt; e Vitor Meira, da Phanter. A temporada pode ser a última da IRL, já que os seus dirigentes e os da Champ Car acenam com a possibilidade de se unirem em 2007. As 300 Milhas de Miami começam às 17h30, horário de Brasília, e terá transmissão ao vivo pela TV Band.A Penske larga na frente esta tarde. Sam Hornish Jr. é o pole, com 24s4625, e Helinho sai em segundo (24s5131). Kanaan é o quinto no grid, Giaffone o 10.º e Meira o 19.º e penúltimo.A concorrência será grande para os brasileiros. O campeão do ano passado, o inglês Dan Wheldon, trocou a Andretti-Green pela Ganassi, que se mostrou forte na pré-temporada. A Ganassi manteve-se fiel aos chassis Panos, americanos, enquanto 17 dos 20 inscritos utilizarão os da Dallara, italiana.Essa será uma das características da competição. Além da quase monomarca em chassi, todos vão utilizar motor Honda e pneus Pirelli. A importância do piloto no resultado final será maior este ano, com a padronização dos equipamentos. A temporada será um desafio para pilotos e equipes. ?Vamos suar muito, será uma corrida atrás da outra, serão 14 provas em praticamente 6 meses, três delas em circuitos mistos, isso sem falar que o mês de maio é dedicado às 500 Milhas de Indianápolis?, explica Kanaan. ?O campeonato tem tudo para ser um dos mais disputados da história da IRL, vai ser divertido?, prevê. A etapa de Homestead tem 20 pilotos inscritos, entre eles Danica Patrick, a única mulher da categoria, que no ano passado foi uma das atrações da IRL não apenas por ser bonita, mas por ter talento. Danica chegou a liderar as 500 Milhas de Indianápolis, prova que terminou em quarto lugar. ?Em 2006, não estou entrando na temporada para aprender sobre pit stop ou como o carro funciona. Essas coisas eu já sei. No ano passado eu tive tempo de aprender. Agora, eu quero vencer uma corrida e não vou me dar por satisfeita enquanto não conseguir", disse a piloto, que neste sábado completou 24 anos. Como presente, ela obteve o terceiro lugar no grid em Homestead e sai na segunda fila ao lado do neozelandês Scott Dixon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.