IRL e Champ Car anunciam fusão depois de 12 anos

Equipes da Champ Car se unem à IRL de Tony George, que conta com as 500 Milhas de Indianapolis

Redação,

22 de fevereiro de 2008 | 20h01

Demorou 12 anos, mas finalmente a IRL (Indy Racing League) e a Champ Car (Champions Car) deixaram as diferenças de lado e assinaram, nesta sexta-feira, em Indianápolis, um acordo para a fusão das duas categorias, como outrora já fora, com o nome de Fórmula Indy. O documento de oficialização da fusão foi assinado pelo fundador da IRL, Tony George, que também é dono da pista de Indianápolis, local das 500 Milhas de Indianapolis, e o diretor-geral da Champ Car, Kevin Kalkhoven, juntamente com seu sócio, Gerald Forsythe. "Hoje é um grande dia para o automobilismo, e eu minha equipe, a Rahal Letterman Racing, olhamos para o futuro [com esta fusão] com muito entusiasmo", disse o ex-piloto e sócio-proprietário da equipe Rahal-Letterman - que disputa a IRL -, Bobby Rahal, após o anúncio oficial.A idéia da fusão era discutida desde o começo da temporada passada, e Tony George apresentou uma proposta vantajosa para as equipes da Champ Car, com um incentivo de US$ 1,2 milhões (cerca de R$ 2,1 milhões), além de motores da Honda e chassis Dallara de sem custo algum, como é feito com todas as outras equipes que já disputam a IRL.Desta forma, acredita-se que as oito equipes da Champ Car (cerca de 10 carros) devem se mover para a categoria já nesta temporada, que começa no dia 29 de março, em Homestead, em Miami. Segundo informações do site oficial da IRL, nenhuma das etapas da antiga Champ Car foi incluída no calendário da Fórmula Indy, mas isto deverá ser anunciado nos próximos dias, bem como a confirmação de qual canal irá transmitir as provas para Brasil (a Band e o Bandsports transmitam a IRL e o Speed transmitia a Champ Car).Depois de dois anos de brigas entre os dirigentes, em 1996, a Fórmula Indy, que começava a ganhar força no cenário mundial, dividiu-se em duas categorias por causa de divergências financeiras. O dono do autódromo de Indianápolis, Tony George, decidiu fundar uma nova categoria e levou consigo o nome ('Indy', é abreviatura de Indianápolis). Praticamente formada por pilotos norte-americanos, a categoria foi ganhando espaço com relação à rival e, com o passar dos anos, acabou atraíndo a maioria das equipes importantes da Champ Car (ou Fórmula Mundial, como também ficou conhecida), como aconteceu com a Penke, a Green (que recentemente se associou à família Andretti), a Ganassi e a Rahal (que transformou na Rahal-Letterman, em associação com o apresentador de TV David Letterman), por exemplo. Confira os times da Champ Car que irão para a IRL: Powerhouse Newman/Haas/Lanigan Racing (atual tetracampeã da Champ Car)KalkhovenPettit PKV teamForsythe Championship RacingConquest RacingDerrick Walker RacingDale Coyne Racing

Tudo o que sabemos sobre:
IRLChamp Car

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.