Jaguar libera freqüência de Pizzonia

É uma tecnologia relativamente recente na Fórmula 1. Começou a ser usada em 1985, mas revolucionou a competição. As conversas por rádio entre piloto e equipe aumentaram a segurança do piloto, aceleraram o processo de acerto do carro e até já decidiram o vencedor de corridas, por permitir que se discuta as estratégias até em detalhes. No sábado a direção da Jaguar autorizou a reportagem da Agência Estado para acompanhar a segunda sessão do treino livre, das 10h15 às 11 horas, com o seu rádio na freqüência de Antonio Pizzonia.Leia mais no O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.