Jordan e Honda: casamento está no fim

Eddie Jordan já compreendeu: a Honda, desgastada na relação com ele, deverá deixar a equipe no fim do ano. A Ford já lhe respondeu que cede seus motores, mas não de graça como a Honda. O irlandês está tentando convencer outro irlandês, Eddie Irvine, hoje na Jaguar, a pilotar para ele na Jordan em 2003. O problema é dinheiro. Irvine ganha cerca de US$ 8 milhões na Jaguar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.