Jornal diz que Rubinho deixará a Ferrari

Mais uma vez a imprensa italiana anunciou que a Ferrari não renovará o contrato de Rubens Barrichello, que termina no fim do ano. Segundo a edição de hoje do jornal diário La Reppublica, de Roma, um dos dois pilotos da Sauber, duas jovens revelações nesta temporada, o finlandês Kimi Raikkonen ou o alemão Nick Heidfeld, será o seu substituto. A equipe italiana tem até o fim de agosto para responder a Rubinho se ele permanecerá ou não sendo o companheiro de Michael Schumacher.Dentro da própria Ferrari há quem defenda muito a prorrogação do compromisso do piloto brasileiro. "Se você olhar com atenção, verá que não há ninguém melhor para ocupar o seu lugar", disse Schumacher durante o GP do Brasil. Se o alemão não mudou de opinião, é um apoio importante, senão decisivo, para a Ferrari continuar com Rubinho na equipe. Mas no caso de os italianos optarem por desenvolver um piloto jovem, como Raikkonen, Heidfeld, ou mesmo Jenson Button, como também saiu na imprensa européia, os caminhos para o experiente piloto brasileiro não serão os melhores.A Toyota, que conforme já se falou na Fórmula 1, teria lhe feito uma proposta muito interessante, do ponto de vista financeiro.Os japoneses estrearão em grande estilo no Mundial do ano que vem. A Prost pode ser outra hipótese, se Pedro Paulo Diniz tornar-se mesmo sócio majoritário da organização. Uma solução mais radical, não descartada pelo próprio Rubinho antes de correr na Ferrari, é competir nos Estados Unidos. "Gosto muito do way of life da América", costuma dizer, sem esconder que a Indy não é algo que ele descarte na carreira.Hakkinen - Dois dias depois de passar por uma das maiores frustrações profissionais, ao perder o GP da Espanha a cinco curvas da bandeirada, o finlandês já voltou às pistas. Hoje, no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, Hakkinen registrou com sua McLaren o segundo melhor tempo, 1min17s31, dos testes que McLaren, Williams, Prost, Jaguar e Benetton realizarão até sexta-feira. O mais veloz foi o piloto de testes da McLaren, Alexander Wurz, com 1min16s17.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.