Jornal italiano coloca Bruno Senna na nova Honda

Empresário mexicano teria acertado a compra da equipe japonesa e contraria o brasileiro para 2009

AE, Agência Estado

27 de dezembro de 2008 | 10h45

Segundo homem mais rico do mundo, Carlos Slim deve anunciar nos próximos dias a aquisição da equipe Honda, fazendo com que a Fórmula 1 continue com dez equipes. A informação é do jornal italiano La Stampa, que garante que a dupla de pilotos será formada pelo britânico Jenson Button e pelo brasileiro Bruno Senna. De acordo com o diário, restam apenas o acerto de detalhes da transferência da propriedade da equipe Honda para que a compra seja oficializada. Recentemente, o tablóide The Sun revelou que Carlos Slim visitou a sede da escuderia em Brackley, na Inglaterra, e teria apresentado uma proposta de aquisição. De acordo com o La Stampa, a escolha de Bruno Senna para substituir Rubens Barrichello se deve a relação estreita entre a Embratel o piloto. O sobrinho de Ayrton Senna testou a Honda antes do anúncio da saída da equipe da Fórmula 1 e é patrocinado pela empresa de telecomunicações, que pertence ao bilionário mexicano.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1HondaCarlos SlimBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.