Juan Pablo Montoya é bicampeão das 24 Horas de Daytona

Colombiano divide título com americano Scott Pruett, o escocês Dario Franchitti e o mexicano Momo Rojas

EFE

27 de janeiro de 2008 | 19h41

O ex-piloto de Fórmula 1 colombiano Juan Pablo Montoya conquistou neste domingo o bicampeonato das 24 Horas de Daytona, tradicional prova do automobilismo mundial, dirigindo um carro da equipe Chip Ganassi. Além de Montoya, a equipe contou com o americano Scott Pruett, o escocês Dario Franchitti e o mexicano Momo Rojas. Para a Chip Ganassi, foi uma marca histórica: a equipe levou a prova pelo terceiro ano consecutivo - algo inédito em 46 anos de competição. O colombiano, que já tinha ocupado o primeiro lugar com o carro número 01 diversas vezes durante a prova, ajudou a equipe a levar o triunfo. Foi uma vitória de superação, pois a equipe teve problemas com a direção no início da corrida, na tarde de sábado. O carro da Chip Ganassi brigou de perto com a Ford Riley, mas o adversário sofreu com o estouro de um pneu e acabou tendo problemas na suspensão quando eram completadas 21 horas de prova. Posteriormente, o adversário acabou abandonando. "Foi muito difícil até o fim. É incrível não só pela vitória, mas por termos vencido apesar de todos os problemas e a chuva", comentou Montoya, que correu na F-1 entre 2000 e 2006, defendendo Williams e McLaren. Sem chance na principal categoria da F-1, o colombiano acabou mudando para a categoria Nascar americana, de carros turismo. Logo em sua primeira temporada, ele foi nomeado novato do ano. Em 2007, Montoya, Pruett e o mexicano Salvador Durán lideraram 468 de 668 voltas no oval de Daytona para faturar o título. O brasileiro melhor colocado foi Hélio Castroneves, que acabou em terceiro com um Pontiac Riley pilotado por ele, o americano Kurt Busch, que já venceu a Nascar, e o australiano Ryan Briscoe. Em segundo ficou outro Pontiac Riley, pilotado só por americanos: Jimmie Johnson, atual bicampeão da Nascar; Jimmy Vasser, ex-campeão da Cart; e Jon Fogarty e Alex Gurney, campeões de protótipos da Série Grand-Am em 2007. Durante a corrida, 15 carros diferentes ocuparam o primeiro lugar, quebrando o recorde de 11 estabelecido ano passado. No total, foram 60 trocas de líder - 16 mais que o recorde de 44, que vem desde 2005.

Tudo o que sabemos sobre:
Juan Pablo Montoya24 Horas de Daytona

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.