Junqueira sabe que não pode mais errar

O piloto brasileiro Bruno Junqueira pôs fim ao jejum de vitórias na Fórmula Cart, ao vencer domingo a 12ª etapa, o GP de Elkhart Lake. E ainda assumiu a liderança do campeonato, com 164 pontos contra 161 de Paul Tracy, que bateu logo no começo da corrida. Está aliviado, mas não vai perder tempo comemorando. Restam sete etapaspara o fim da temporada e o brasileiro está convicto de que a luta pelo título será entre ele e o canadense. ?A vitória foi importante, porque eu precisava ganhar uma corrida este ano. Foi minha primeira pela Newman-Haas e a equipe merece. Fui para Elkhart Lake com a certeza de que era a hora da virada. Mas daqui para frente, não podemos errar, temos de manter a consistência?, disse Junqueira. Ele entende que a luta pelo título está sendo uma das mais acirradas dos últimos anos. ?No ano passado, fui vice-campeão com 164 pontos. Normalmente, com 200 pontos o cara ficava com o título. Esse ano vai ser preciso bem mais do que isso.? Gil de Ferran foi bicampeão em 2000 e 2001 com 168 e 199 pontos, respectivamente. Em 2002, Cristiano da Matta foi campeão com 237 pontos. Mas sobrou na turma, o que não acontece nesta temporada, apesar de parecer que a briga ficará mesmo entre Bruno e Tracy. Por isso, o brasileiro esperar fazer o máximo de pontos possíveis a cada corrida (cada piloto pode somar no máximo 23 por GP). ?Domingo, em Mid-Ohio, vou tentar a segunda vitória. Se não der, quero ao menos ir ao pódio.? E Tracy, que liderou praticamente todo o campeonato e agora perdeu a ponta? Vai sentir a pressão? ?Acho que não, porque este ano ele está diferente, errandopouco. Tenho de procurar fazer sempre o melhor, sem contar com insucessos deles. Essa é a melhor maneira de ser campeão?, encerra Junqueira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.