Kanaan fica na Indy e crê em melhora

No início do ano, Tony Kanaan estava otimista para a segunda temporada na Mo Nunn. Com o tempo, foi vendo que a equipe não era competitiva. E se animou quando surgiu a oportunidade de mudar para a Chip Ganassi. Morris Nunn, seu patrão, não deixou. Mas Tony não perde a esperança de, em 2002, ganhar algumas corridas, já que terá a estrutura que tinha o italiano Alessandro Zanardi, seu ex-companheiro de equipe, que parou de correr após sofrer um violento acidente na Alemanha, em setembro. Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.