Karts iniciam quebra após 600 voltas

Depois de mais de 600 voltas pelo kartódromo Granja Viana, os karts que participam das 500 Milhas começam a apresentar problemas mecânicos. A corrida está sendo liderada pela Tic-Tac, equipe de Rubens Barrichello, Mário Haberfeld e Tony Kanaan, que assumiu o kart na volta 629, com uma vantagem de cinco voltas sobre o segundo colocado, a equipe Planac. A chuva parou de cair no circuito, mas a pista está bastante molhada. Este é um momento crítico da prova, pois os karts estão correndo há quase 12 horas. Vários deles tiveram problema no motor, e foram para o box. Alguns pilotos fizeram o kart funcionar empurrando-o pela pista. A equipe Red Bull, de Ricardo Maurício, Enrique Bernoldi, Ricardo Zonta e Miguel Draskoczy, teve problema no motor, mas conseguiu ligar o kart novamente e voltar para a corrida. Quase ao mesmo tempo, o carro da Texaco, que liderou boa parte do início da prova, apresentou problema semelhante. A equipe é formada pelo tricampeão da Stock Car, Chico Serra, seu filho, Daniel Serra, e Rafael Daniel. Os dois últimos são kartistas. Por causa da chuva, a corrida está atrasada e deverá ser encerrada antes de serem completadas 500 milhas. O prazo limite estabelecido pela organização é meio-dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.