Kato completa 27 anos e segue em coma

O piloto japonês Daijiro Kato permanece em coma, após ter sofrido um grave acidente no GP do Japão, de MotoGP, domingo, em Suzuka. ?Não há alterações. Segue lutando com a morte?, afirmou um relatório médico do hospital Yokkaichi. Kato, que completou 27 anos nesta segunda-feira, segundo os médicos, ficará tetraplégico se conseguir sobreviver. ?Não deveria ter provas em Suzuka até que se completem os trabalhos de segurança?, advertiu o presidente da Aprilia, Ivano Beggio. Os pilotos Valentino Rossi, vencedor da prova, e Loris Capirossi, terceiro colocado, também criticaram o circuito japonês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.