Vincent Thian/AP
Vincent Thian/AP

Kimi Raikkonen minimiza liderança na Fórmula 1: 'Não sou o alvo'

Finlandês da Lotus descarta favoritismo e lembra que Mundial está apenas no começo

Agência Estado,

21 de março de 2013 | 11h48

KUALA LUMPUR - Kimi Raikkonen não se deixa empolgar pela vitória na abertura da temporada da Fórmula 1. Após surpreender no GP da Austrália, o experiente finlandês minimiza qualquer favoritismo para a corrida na Malásia, no domingo, e nega ser o "alvo" dos demais pilotos.

"Não sou o alvo. Não vamos fazer nada diferente neste fim de semana em comparação ao anterior ou ao ano passado. Se as pessoas acham que somos os líderes, isso não faz diferença para o nosso trabalho, neste ou nos próximos finais de semana", comentou o piloto da Lotus, nesta quinta-feira.

Contido, Raikkonen evita fazer previsões sobre o desempenho da Lotus diante do forte calor e da umidade de Sepang. A corrida de domingo terá um clima totalmente diferente das baixas temperaturas da semana passada.

"Não sabemos ainda como vai ser. No ano passado, fomos muito bem quando estava quente. Então, se a prova for que nem em 2012 nós devemos ir bem. Mas temos que esperar para ver o que acontece", comentou o líder provisório do campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.