Kimi Raikkonen vence o GP da Turquia

O finlandês Kimi Raikkonen confirmou o favoritismo e venceu o estreante Grande Prêmio da Turquia de Fórmula 1. Ele não deu chance aos adversários e terminou a corrida com uma boa vantagem sobre o espanhol Fernando Alonso, segundo colocado, e Juan Pablo Montoya, o terceiro.Agora, a vantagem de Alonso na liderança do campeonato de pilotos é de 24 pontos sobre o próprio Raikkonen (91 a 75 pontos). Uma vantagem que poderia ser menor, se Montoya não tivesse perdido a segunda posição justo na última volta. Quanto aos brasileiros, Felipe Massa abandonou por problemas no carro e Rubens Barrichello foi o décimo. A Renault chega aos 130 pontos e lidera o campeonato de construtores.Confira as posições de chegada e os tempos: 1.º - Kimi Raikkonen (FIN/McLaren), 1h24min34s454; 2.º - Fernando Alonso (ESP/Renault), a 18s6; 3.º - Juan Pablo Montoya (COL/Williams), a 19s6; 4.º - Giancarlo Fisichella (ITA/Renault), a 37s9; 5.º - Jenson Button (ING/BAR), a 39s3; 6.º - Jarno Trulli (ITA/Toyota), a 55s4; 7.º - David Coulthard (ESC/Red Bull), a 1min09s2; 8.º - Christian Klien (AUT/Red Bull), a 1min11s6; 9.º - Takuma Sato (JAP/Minardi), a 1min49s9; 10.º - Rubens Barrichello (BRA/Ferrari), a 1 volta; 11.º - Jacques Villeneuve (CAN/Sauber), a 1 volta; 12.º - Ralf Schumacher (ALE/Toyota), a 1 volta; 13.º - R Doornbos (HOL/Minardi), a 3 voltas; 14.º - Narain Karthikeyan (IND/Jordan), a 3 voltas; 15.º - Tiago Monteiro (POR/Jordan), a 3 voltas.Não completaram a corrida: Cristijan Albers (HOL/Minardi); Michael Schumacher (ALE/Ferrari); Nick Heidfeld (ALE/Williams); Felipe Massa (BRA/Sauber); e Mark Webber (AUS/Williams).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.