Klever e Lorival têm mau dia no Paris-Dacar

Um dia ruim para os brasileiros nesta quinta-feira na 14ª etapa do Rali Paris-Dacar. Nos carros, Klever Kolberg e Lourival Roldan terminaram o trecho em 17º lugar e caíram para a 10ª colocação na classificação geral. Nesta sexta-feira, os competidores vão percorrer um trecho cronometrado de 579 quilômetros, entre Tidjikja e Nouakchott. Enquanto Klever e Roldan caíram na classificação geral, tanto André Azevedo, nos caminhões quanto Jean Azevedo, nas motos, mantiveram suas posições, 2º e 14º, respectivamente, mas não foram bem na etapa desta quinta. André ficou em 6º e Jean em 14°. Com as posições desta quinta, os brasileiros se afastaram dos líderes, principalmente Azevedo, o único ainda com chances de ser campeão. O principal problema é que a disputa está perto do seu final, após o trecho desta sexta faltarão duas etapas, e somente uma quebra ou acidente dos líderes russos Vladimir Tchaguine, Semion Yakoubov e Serguei Savostine permitirá a vitória do brasileiro e seus companheiros checos Tomas Tomecek e Mira Martineck. A desvantagem do time é de 1h06min21. Nesta quinta, o finlandês tetracampeão do Paris-Dacar, Ari Vatanen, se despediu da competição após sofrer um acidente com seu carro. Desde o início da disputa, ele vinha tendo sucessivos problemas com seu veículo, mas suas esperanças haviam renascido na 13ª etapa, entre Bamako e Ayoûn El Atroûs, quando conquistou a terceira posição.

Agencia Estado,

15 de janeiro de 2004 | 20h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.