Klever e Lourival já estão em 12º lugar

O piloto Klever Kolberg e o navegador Lourival Roldan voltaram a ter um ótimo desempenho e chegaram em 10º, na sétima etapa do Rali Paris-Dacar, nesta quarta-feira, e subiram quatro posições na classificação geral da categoria carros, passando a ocupar o 12º lugar. Já Jean Azevedo, na moto, e André Azevedo, no caminhão, mantiveram suas posições gerais de terça-feira, 12ª e 3ª, respectivamente. ?Hoje só não fizemos chover porque realmente choveu no deserto?, disse Kolberg, que corre com um Mitsubishi Pajero Full. ?Esse negócio de largar de madrugada é muito desgastante. Dormimos apenas uma hora. Estou virado.? Para chegar a Atar, na Mauritânia, os pilotos percorreram um total de 1.055 quilômetros, sendo 701 quilômetros cronometrados, e precisaram largar de madrugada. A primeira moto saiu da cidade marroquina de Tan-tan às 0h55. As dores no ombro direito do piloto Jean Azevedo aumentaram, o que o fez praticamente desistir de brigar pelas primeiras posições. Ele foi o 14º a chegar a Atar. ?No final do dia estava segurando a moto (KTM) apenas com o braço esquerdo e só apoiava o direito no guidão?, contou o brasileiro, que se recupera de uma cirurgia no ombro. ?Nas minhas condições físicas corro com o objetivo de chegar.? Com um caminhão Tatra, André Azevedo e seus companheiros checos Tomas Tomecek e Mira Martinec conseguiram o segundo lugar na etapa. Nesta quinta-feira os competidores saem em direção a Tidjikja, a etapa mais curta do rali, com 389 quilômetros, sendo 355 quilômetros cronometrados.

Agencia Estado,

07 de janeiro de 2004 | 19h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.