Kovalainen é levado a hospital após acidente na Espanha

Finlandês sofreu uma concussão após bater na barreira de pneus; dirigente diz que piloto está bem

Alan Baldwin, Reuters

27 de abril de 2008 | 12h44

O piloto da McLaren Heikki Kovalainen sofreu um acidente forte no GP da Espanha deste domingo e foi levado ao hospital com uma concussão. "Ele bateu a cabeça no acidente e teve uma concussão. Como precaução, ele está indo para o hospital para fazer mais exames", disse o diretor-executivo da McLaren, Martin Whitmarsh, aos repórteres do lado de fora do centro médico do circuito de Barcelona.     Veja também:  Ferrari, com Raikkonen, domina e vence o GP da Espanha  GP da Espanha"Ele também bateu seu cotovelo, mas não havia nenhuma outra contusão visível", acrescentou. "Eles estão apenas examinando a concussão para ter certeza de que ele está bem." O finlandês, que liderava a corrida depois que os dois carros da Ferrari e seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, haviam feito sua primeira parada no box para reabastecimento e troca de pneus, acertou a barreira de pneus em alta velocidade na 22a das 66 voltas da prova, com seu carro entrando na barreira e ficando parcialmente encoberto pelos pneus. Os médicos do circuito atenderam Kovalainen, que foi retirado do carro e colocado numa maca com um colar ortopédico. Enquanto isso, o carro de segurança era utilizado pela segunda vez na corrida. O finlandês foi levado primeiramente para o centro médico do circuito, onde os médicos disseram que ele estava consciente e em condição estável. No acidente, um pneu dianteiro do carro estourou, aparentemente atingido por alguma peça quebrada no conjunto da suspensão. Com isso, o carro saiu reto na curva e foi direto para a barreira de amortecimento. A parte dianteira do carro ficou bastante danificada e havia suspeita de que o piloto pudesse ter sofrido alguma fratura nas pernas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.