Kubica diz ser louco o bastante para sonhar com título da F1

O piloto polonês Robert Kubica, daBMW-Sauber, se perguntou nesta quinta-feira se era o único emsua equipe a acreditar que ainda pode conquistar o título daFórmula 1 desta temporada. Kubica, de 23 anos, é o terceiro colocado do campeonato eestá 18 pontos atrás do líder Lewis Hamilton, da McLaren, comcinco corridas para o final da temporada. O polonês, cuja vitória no Canadá em junho foi a primeirada história de sua equipe na F1, é o único piloto fora daMcLaren e da Ferrari a ter vencido uma corrida no ano. Enquanto as duas principais escuderias são as favoritaspara vencer o Grande Prêmio da Itália, no domingo, Kubica seinspirou em Kimi Raikkonen, da Ferrari, que no ano passadovenceu o título mesmo estando 17 pontos atrás nas últimas duascorridas. "Vendo o que aconteceu na última temporada, quando Kimitinha uma grande distância com duas corridas para o final evenceu o campeonato, temos que tentar nosso melhor e isso é oque estou tentando fazer", disse Kubica a jornalistas, emMonza. "Estou tentando meu melhor para lutar pelo campeonato",acrescentou o polonês, cujo companheiro de equipe, NickHeidfeld, terminou em segundo na Bélgica, no último domingo,enquanto Kubica foi o sexto. Heidfeld tem lutado para pontuar nas últimas corridas e aBMW tem dado ao alemão uma assistência extra para que elesupere as dificuldades na classificação. Kubica, que conseguiu um pódio pela primeira vez em 2006 emMonza, sugeriu que isso pode estar atrapalhando suas própriasambições pelo título. "Do meu ponto de vista é muito claro. Eu sou um piloto decorrida e estou lutando pelo meu melhor, e quando estou fazendomeu melhor, eu estou fazendo isso para mim e para a equipe",disse. "É claro que se eu ganho oito pontos eles vão para a equipee para mim, mas talvez a prioridade da equipe seja um poucodiferente da minha ultimamente", acrescentou. "É por isso que sinto isso, e para ser honesto, sinto umpouco isso, como se talvez eu fosse o único estúpido ou loucoque está pensando na luta pelo campeonato dessa temporada". Ele acrescentou: "Enquanto há uma chance eu tenho quetentar e espero que a equipe esteja fazendo o mesmo, e eu achoque eles estão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.