Kubica ignora pedidos para bater em Hamilton

Durante um evento promocional em São Paulo, nesta quarta-feira, o polonês Robert Kubica, da BMW, ouviu um pedido inusitado e cada vez mais comum entre a torcida brasileira. Enquanto o piloto dava autógrafos e tirava fotos com fãs, curiosos presentes no Shopping Villa-Lobos gritavam frases como "bate no Hamilton" e "tira o Hamilton da corrida", em português e inglês.Kubica reagiu aos pedidos com sorrisos, mas fez sinal de negativo com o dedo. Ele também pilotou um simulador promocional da BMW e, assim que se sentou no cockpit para a largada, ouviu mais uma vez o inusitado pedido. Entre os freqüentadores do shopping, muitos nem conheciam o polonês, mas já sabiam o que esperar dele. "Esse cara é bom?", perguntou um dos curiosos. "Se bater no Hamilton, é", respondeu outro.A ansiedade dos torcedores brasileiros por um acidente envolvendo Hamilton no domingo, em Interlagos, justifica-se pela situação do Mundial de Fórmula 1. O inglês da McLaren chega à última prova do ano com 94 pontos, sete a mais do que Felipe Massa. Assim, para ser o campeão, o brasileiro da Ferrari precisa vencer e torcer para o rival ficar no máximo em sexto lugar. Kubica, com 75 pontos, defende o terceiro lugar da ameaça de Kimi Raikkonen, que tem 69 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.