McLaren / Twitter
McLaren / Twitter

Lando Norris coloca McLaren na frente nos testes da Fórmula 1 em Barcelona

Britânico foi o mais rápido das atividades no Circuito da Catalunha, nesta terça-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2019 | 16h19

O britânico Lando Norris foi o destaque do primeiro dia da segunda semana de testes coletivos da Fórmula 1. Nesta terça-feira, o novato da McLaren foi o mais rápido das atividades no Circuito da Catalunha, nos arredores de Barcelona, ao cravar o tempo de 1min17s709 na sua melhor volta no primeiro dia da segunda semana de treinos da pré-temporada.

Não foi, porém, um dia de apenas sensações positivas para Norris. Afinal, o britânico da McLaren, que deu 80 voltas nesta terça-feira, provocou duas bandeiras vermelhas durante as atividades no circuito espanhol, uma na sessão matutina e a outra na vespertina.

Norris foi seguido de muito perto pelo francês Pierre Gasly. O piloto da Red Bull foi apenas 0s006 mais lento do que o primeiro colocado, com 1min17s715, e ainda terminou com mais giros do que qualquer concorrente - 136 -, em um indicativo da competitividade do seu carro.

O canadense Lance Stroll, da Racing Point (ex-Force India), também se destacou nesta terça-feira no Circuito da Catalunha ao fazer o tempo de 1min17s824, ficando em terceiro lugar. Logo atrás, veio o alemão Sebastian Vettel, que só treinou na sessão da tarde e foi o último piloto a registrar uma volta em menos de 1min18, com 1min17s925 pela Ferrari.

Ele ficou três posições à frente do seu companheiro de equipe, o monegasco Charles Leclerc, que garantiu o sétimo lugar, mas deu apenas 29 voltas por causa de problemas de confiabilidade do seu carro. Entre os dois carros da Ferrari, ficaram o italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo (ex-Sauber), em quinto lugar, e o tailandês Alexander Albon, da Toro Rosso, na sexta posição, com um total de 103 voltas.

Segundo piloto que ficou mais tempo na pista, com 131 giros, o dinamarquês Kevin Magnussen foi o oitavo colocado, logo à frente do britânico George Russell, da Williams, na nona posição e que foi seguido pelo australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull.

Com problemas na Mercedes na sessão da tarde, o finlandês Valtteri Bottas deu apenas sete voltas e ficou em 11º lugar, logo à frente do britânico Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe. E eles só foram mais rápidos do que o alemão Nico Hulkenberg, da Renault.

A segunda semana dos testes coletivos da Fórmula 1 prossegue até domingo no circuito de Barcelona. E a temporada 2019 vai ser aberta em 17 de março com a realização do GP da Austrália, em Melbourne.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Lando NorrisMclaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.