Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Largando em 8º, Massa torce por frio e por duas paradas no GP do Brasil

Temperatura alta pode prejudicar carro da Williams em Interlagos

FELIPE ROSA MENDES, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2015 | 09h33

Preocupado com o rendimento abaixo do esperado de sua Williams no Autódromo de Interlagos, Felipe Massa torce pelo frio no GP do Brasil, que começa às 14 horas deste domingo. O piloto brasileiro acredita que terá mais chances de buscar o pódio se as temperaturas baixarem em comparação à sexta-feira e ao sábado, quando os termômetros da pista alcançaram 48 graus. Há previsão de pancadas de chuva durante a corrida deste domingo.

Massa aposta no frio para fazer apenas duas paradas para troca de pneus em São Paulo. "A temperatura deve cair bastante e talvez esta seja a única maneira de conseguimos fazer apenas duas paradas, com a temperatura da pista caindo e os pneus desgastando menos. Mas será difícil", pondera o brasileiro.

O desgaste dos pneus vem sendo a maior preocupação dos pilotos em Interlagos em todo o fim de semana. Como o autódromo esteve em reforma durante quase todo o ano, a pista praticamente não foi utilizada na temporada, reduzindo a quantidade de borracha no asfalto e afetando a aderência.

Com a perda do "grip", os pilotos protagonizaram um festival de rodadas e derrapagens desde o primeiro treino livre, na manhã de sexta-feira. Massa é um dos que mais sofreram com a baixa aderência e o desgaste dos compostos da Pirelli. Sua maior dificuldade é manter o carro estável no setor 2, onde as rodas dianteiras chegam a levantar do chão. "Alguma coisa não está funcionando do jeito certo", avalia o experiente piloto.

Na corrida em Interlagos, neste domingo, Massa mira o pódio para se manter na briga pelo quarto lugar no Mundial de Pilotos. Atualmente ele ocupa o sexto lugar, com 117 pontos. Seus rivais nesta batalha são os finlandeses Kimi Raikkonen (quinto colocado, com 123) e Valtteri Bottas, seu companheiro de Williams, que é o quarto, com 126.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.