LLUIS GENE / AFP
LLUIS GENE / AFP

Leclerc é o mais rápido do dia e Mercedes reage nos treinos do GP da Espanha de F-1

Ferrari do monegasco é o destaque nesta sexta-feira; George Russel e Lewis Hamilton ficam com o segundo e terceiro melhor tempo

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2022 | 14h39

A Ferrari foi a mais rápida desta sexta-feira no GP da Espanha de Fórmula 1. Como aconteceu no primeiro treino do dia, Charles Leclerc liderou também a segunda sessão. Desta vez, acompanhado de perto pelas Mercedes, que esboça reação no Circuito da Catalunha, nos arredores de Barcelona. A Red Bull ficou atrás das duas equipes rivais.

Na segunda sessão desta sexta, Leclerc foi um pouco mais veloz do que no início do dia. Anotou 1min19s670, contra o tempo de 1min19s828, do primeiro treino. Seu companheiro de Ferrari, o local Carlos Sainz Jr., não conseguiu superar seu próprio tempo da sessão de abertura: registrou 1min19s990, com a quarta marca. Mais cedo, anotara 1min19s907.

Os dois pilotos sofreram com o forte desgaste dos pneus ao longo do dia, apesar do bom rendimento na pista. E viram os carros da Mercedes se aproximarem. Aproveitando a maior velocidade nas retas, George Russel e Lewis Hamilton apresentaram ligeira evolução em comparação ao primeiro treino o dia.

Os pilotos britânicos terminaram com o segundo e o terceiro melhores tempos, respectivamente. Ou seja, mais uma vez Russell superou o heptacampeão mundial: 1min19s787 contra 1min19s874. O mesmo já havia acontecido na sessão que abriu o dia. O piloto mais jovem havia registrado o quarto melhor tempo enquanto Hamilton ficara em sexto na tabela.

Tradicionalmente, o GP da Espanha é marcado por atualizações e novidades nos carros, por ser a primeira etapa do campeonato na Europa, mais perto das bases das equipes. Isso facilita a chegada de novas peças e componentes, que vêm sendo testados desde a primeira prova do ano, em março.

E a oportunidade parece estar sendo bem aproveitada pela Mercedes. O time superou pouco menos de um segundo entre um treino e outro, nesta sexta. A expectativa para o fim de semana é de que a equipe de Hamilton chegue ao menos no pódio no domingo, possivelmente atrás da Ferrari e brigando diretamente com a Red Bull.

O time de Max Verstappen apresentou performance mais discreta nesta segunda sessão na Espanha. O atual campeão mundial não passou do quinto posto, com 1min20s006. O mexicano Sergio Pérez, que deu lugar a um piloto de testes no primeiro treino, foi o sétimo mais veloz, com 1min20s632.

O Top 10 contou ainda com o local Fernando Alonso, da Alpine, no sexto lugar, com 1min20s203. Em oitavo veio o alemão Sebastian Vettel, da Aston Martin (1min20s703). E atrás dele ficaram o francês Esteban Ocon (1min20s745), da Alpine, e o alemão Mick Schumacher (1min20s757), da Haas.

Os pilotos voltam à pista catalã na manhã de sábado para o terceiro treino livre, às 8h. No mesmo dia, o grid de largada será definido a partir das 11h. E, no domingo, a corrida terá início às 10h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.