Raimundo Valentim/AE - 7/5/1998
Raimundo Valentim/AE - 7/5/1998

Lehto, ex-F1, é condenado por morte em acidente

Justiça finlandesa considerou o ex-piloto culpado de acidente de barco que resultou em morte

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2011 | 14h51

HELSINQUE - Um tribunal finlandês condenou nesta quarta-feira o ex-piloto da Fórmula JJ Lehto a 30 meses de prisão por estar bêbado em um acidente de barco que matou um amigo no ano passado. A corte do distrito de Länsi-Uusimaa considerou Lehto culpado pelo acidente em que o piloto, embriagado, bateu em uma ponte com a lancha que estava pilotando.

O veredicto também considerou Lehto culpado por ter direção perigosa, além de estar bêbado. O tribunal disse que o barco estava em alta velocidade, a cerca de 80km/h, em um canal estreito onde o limite era de 5km/h. Advogado de JJ Leto, Juhani Ripatti, disse que vai recorrer da decisão.

Lehto, de 45 anos, ficou ferido no acidente. Ele disse ao tribunal que quase se afogou e lembrava-se pouco do que tinha ocorrido. Porém, negou que estivesse ao leme da embarcação, embora as lesões sofridas indicassem que ele estava pilotando o barco.

O finlandês foi piloto da Fórmula 1 entre 1989 e 1994. Além disso, Lehto venceu a tradicional 24 Horas de Le Mans em 1995 e 2005.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1JJ Lehtoacidentebarcomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.