Leilão de Ferrari clássica atinge valor recorde

MILÃO (Reuters Life!) - Uma Ferrari 250 Testa Rossa de 1957 atingiu um novo recorde como o carro mais caro do mundo já vendido em leilão, com custo de 12,15 milhões de dólares para o comprador, informou a RM Auctions, organizadora do evento.

REUTERS

18 de maio de 2009 | 15h50

O preço é quase 2 milhões de euros maior que o recorde anterior atingido em leilão similar na fábrica da Ferrari há um ano, disseram os organizadores em comunicado.

"O significado histórico deste carro atraiu uma guerra de lances entre colecionadores de todo o mundo --no auditório ou por telefone-- que competiram para garantir um dos mais sedutores carros de corrida da Ferrari", disse em comunicado o diretor da RM Europa, Max Girardo.

A RM se negou a identificar o comprador e o vendedor.

O leilão ocorreu no domingo na sede da Ferrari e testes foram realizados no circuito de Maranello, uma pequena cidade perto de Modena, no norte da Itália.

Entre 1957 e 1958, somente 22 exemplares deste modelo conversível foram fabricados, de acordo com o comunicado.

Exemplos do sofisticado modelo de dois lugares participaram de 19 campeonatos internacionais entre 1958 e 1961, conquistando 10 vitórias.

O modelo vendido no domingo é preto com a frente vermelha. Por dentro, os assentos de couro também são vermelhos.

(Por Nigel Tutt)

Tudo o que sabemos sobre:
FIFERRARILEILAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.