Arquivo/AE
Arquivo/AE

Lewis Hamilton critica mudanças e pede que FIA ouça equipes

'É uma pena o que está acontecendo com a Fórmula 1', desabafou o inglês campeão da temporada 2008

AE, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 10h28

O coro dos pilotos contra o novo regulamento da Fórmula 1 ganhou um reforço importante nesta sexta-feira. O inglês Lewis Hamilton, campeão da temporada de 2008, rompeu o silêncio e criticou as mudanças nas regras da categoria, sobretudo no critério que define o campeão - a partir deste ano, quem vencer mais corridas leva o título, independentemente do número de pontos.

Veja também:

forum O campeão da F-1 deve ser quem vencer mais?

linkMcLaren já admite não brigar pela vitória em Melbourne

"É uma pena o que está acontecendo na Fórmula 1. É difícil acreditar que essas mudanças vão beneficiar os torcedores, tanto no autódromo quanto os que assistem pela TV. E eles devem ser nossa prioridade", disse o piloto da McLaren, que lamentou o veto da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) às propostas da associação das equipes (Fota).

"Pela primeira vez nos últimos anos as equipes, os pilotos, patrocinadores e torcedores uniram-se pelo bem do esporte. Agora só precisamos de apoio das entidades oficiais", afirmou Hamilton.

As críticas do inglês somam-se às de outros campeões como Fernando Alonso e Michael Schumacher. O espanhol disse que, com tantas mudanças no regulamento, já não sabe para onde a Fórmula 1 está caminhando; o alemão revelou ter ficado surpreso com as novas regras e disse não entender como o piloto que faz mais pontos possa perder o título.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1FIAFotaLewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.