Lewis Hamilton diz que decepcionou a McLaren no GP do Barein

Lewis Hamilton disse que ele decepcionoua McLaren após ter cometido um erro na largada que custou a elee à sua equipe a liderança do campeonato no Grande Prêmio doBarein deste domingo. "Foi um desastre", disse aos repórteres um Hamiltonchateado, depois de ter terminado em 13o lugar em Sakhir e tersido ultrapassado na liderança pelo piloto da Ferrari e atualcampeão mundial Kimi Raikkonen. "O sistema que evita que o motor desligue entrou emfuncionamento. Basicamente, eu não acionei o dispositivo rápidoo suficiente, e depois disso ficamos sem o mapeamento delargada, e depois disso fiquei por conta desse sistema que nãodeixa o carro morrer." "Todos os outros já tinham acionado o modo de largada,menos eu. Foi uma corrida muito ruim. Eu meio que decepcionei aequipe hoje." "Eu estive mal desde o começo, mas manterei a cabeçaerguida, vou reagir e pensar na próxima corrida", acrescentou opiloto de 23 anos, que terminou 2007 como vice-campeão, apósuma sensacional temporada de estréia. O décimo-terceiro lugar foi a pior classificação nas 20corridas de Fórmula 1 de sua carreira, sendo que ele nãocompletou apenas uma prova. "Como profissional, quando você larga mal, você tem quereunir suas forças e pelo menos tentar conseguir alguns pontos,mas eu não fiz nada disso para a equipe hoje", disse ele. O britânico, que estava três pontos à frente de Raikkonenantes do grande prêmio deste domingo, deixa o Barein cincopontos atrás do finlandês, que chegou em segundo, depois deFelipe Massa, seu companheiro na Ferrari. A McLaren caiu da liderança do campeonato de construtorespara a terceira posição, atrás da surpreendente líder BMWSauber e da atual campeã Ferrari. Hamilton largou em terceiro, mas ficou praticamente paradona largada, e foi engolido pelo pelotão que vinha acelerando. Na segunda volta ele acertou a traseira da Renault deFernando Alonso, seu ex-companheiro de equipe e rival, e teveque ir aos boxes para trocar o nariz e a asa dianteira de seucarro. O britânico voltou para a corrida na 17a. posição. "Eu tive uma colisão com Fernando que nos custou acorrida", disse. "Eu sou o primeiro a me culpar e, para serhonesto, eu acho que esta é a maneira certa de proceder." Hamilton descreveu o choque com Alonso, o bicampeão mundialque deixou a McLaren no fim da temporada passada após umarelação complicada com a equipe, como um incidente de corrida,mas seu chefe de equipe, Ron Dennis, disse que este foi outrode seus raros erros. "Ele tentou adivinhar o que Fernando (Alonso) iria fazer evice-versa e danificou o carro de maneira bastante grave e foiisto que realmente aconteceu", disse Dennis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.