Jens Buettner/EFE
Jens Buettner/EFE

Lewis Hamilton diz que não espera pontuar no GP da Austrália

Atual campeão da Fórmula 1 quer contar com a sorte na estreia da temporada; McLaren não foi bem nos testes

AE, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 10h07

MELBOURNE - O inglês Lewis Hamilton não mudou seu discurso pessimista depois de chegar a Melbourne. O campeão da Fórmula 1 em 2008 esteve no circuito do Albert Park nesta quinta-feira e foi sincero ao falar do que espera da McLaren no GP da Austrália: no máximo um ponto.

"Acho que, sendo otimistas, podemos conseguir um ponto. Mas não acho que isso vai acontecer", afirmou o piloto. A McLaren foi a surpresa negativa dos testes da pré-temporada. E, para Hamilton, essa impressão só mudará em Melbourne com uma pitada de sorte.

"Temos de pensar de forma positiva, e tudo pode acontecer, nós podemos até marcar mais pontos, no ano passado somente sete carros terminaram a prova", disse o inglês, antes de voltar ao tom pessimista. "Em termos de ritmo real de corrida, acho que não temos um carro rápido o suficiente. Mas vamos ver o que acontece."

Os treinos livres para o GP da Austrália começam às 22h30 desta quinta-feira (horário de Brasília). A sessão classificatória acontece às 3 horas de sábado, mesmo horário da corrida, no domingo.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1McLarenLewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.