Bernadett Szabo/Reuters
Bernadett Szabo/Reuters

Lewis Hamilton diz que vantagem de 24 pontos sobre Vettel é 'sonho'

Declaração é motivada pelas dificuldades vividas pelo piloto da Mercedes nas últimas corridas

Estadão Conteúdo

06 Agosto 2018 | 16h13

A Fórmula 1 está de folga, no tradicional recesso de verão europeu, mas Lewis Hamilton ainda comemora a boa vantagem sobre o Sebastian Vettel na temporada. Para o inglês, a diferença de 24 pontos no Mundial de Pilotos é um "sonho", em razão das dificuldades vividas pelo piloto da Mercedes nas últimas corridas antes do recesso.

+ Lauda tem melhora 'muito satisfatória' após transplante de pulmão, diz hospital

+ Barrichello comemora o bi na Corrida do Milhão: 'Vou sempre me emocionar'

"Eu podia apenas sonhar com a posição em que estamos agora se levarmos em consideração todos os fatores envolvidos e também baseado somente na nossa performance, em comparação ao rendimento da Ferrari", diz o atual campeão da Fórmula 1, para quem o time italiano ainda tem o melhor carro da temporada.

Das últimas três etapas do campeonato, em duas Hamilton precisou fazer uma corrida de recuperação: na Inglaterra, saiu do pelotão do fundo para terminar em segundo e, na Alemanha, buscou a vitória após figurar em 14º lugar. Venceu ainda na Hungria, onde a Ferrari exibia o melhor rendimento nos treinos.

"Estou muito feliz neste recesso, principalmente por causa das vitórias seguidas [Hungria e Alemanha]. Acho que estes resultados vão dar impulso ao time por muito tempo ainda. Será encorajador para todos", afirma o piloto, já prevendo maior confiança na Mercedes no retorno às pistas, no fim do mês.

Hamilton conta ainda com a confiança de que, na segunda metade do ano passado, brilhou com facilidade nas pistas, rumo ao seu quarto título mundial. Das seis corridas disputadas após o recesso de 2017, o inglês venceu cinco e ainda foi o segundo colocado na prova restante. Vettel foi apenas o segundo colocado em duas provas.

"A segunda metade do campeonato é geralmente um pouco melhor para nós. Então, vamos partir para cima e nos preparar para voltarmos ainda mais fortes para o campeonato", projeta Hamilton, dono de 213 pontos, contra 189 do rival alemão.

Os dois líderes do campeonato e os demais pilotos do grid vão voltar para a pista no último fim de semana de agosto. O GP da Bélgica está marcado para o dia 26 de agosto, no tradicional Circuito de Spa-Francorchamps.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.