Thomas Bohlen/Reuters
Thomas Bohlen/Reuters

Lewis Hamilton domina prova e vence GP da Alemanha de Fórmula 1

Piloto da McLaren fez corrida impecável e superou domínio da Red Bull; Massa ficou em 5.º

AE, Agência Estado

24 de julho de 2011 | 11h22

NURBURGRING - O inglês Lewis Hamilton conquistou neste domingo a sua segunda vitória na temporada 2011 da Fórmula 1 ao triunfar no GP da Alemanha, realizado no circuito de Nurburgring. O piloto da McLaren assumiu a liderança da prova na primeira curva, após sair da segunda posição, e dominou o restante da prova de 60 voltas.

O pódio da corrida foi completado pelo espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que ficou na segunda colocação após vencer o GP da Inglaterra há duas semanas, e pelo australiano Mark Webber, da Red Bull, que terminou em terceiro lugar após largar da primeira posição.

Eles foram seguidos pelo alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, que venceu seis provas neste ano, mas teve o seu pior desempenho na temporada, e pelo brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, que perdeu a quarta posição no último pit stop. Já o brasileiro Rubens Barrichello, da Williams, abandonou a corrida.

Os alemães Adrian Sutil, da Force India, Nico Rosberg e Michael Schumacher, ambos da Mercedes, o japonês Kamui Kobayashi, da Sauber, e o russo Vitaly Petrov, da Renault, completaram, em ordem, a zona de pontuação da corrida em Nurburgring.

Apesar do resultado ruim, Vettel segue na liderança do Mundial de Pilotos, com 216 pontos, contra 139 de Webber, 134 de Hamilton e 130 de Alonso. Já Massa é o sexto colocado, com 62 pontos, após a realização de 10 corridas, e Barrichello está na 16.ª posição, com quatro pontos. O Mundial de Construtores segue sendo liderado pela Red Bull, com 355 pontos. A McLaren está na segunda colocação, com 243 pontos.

A 11.ª etapa da temporada 2011 da Fórmula 1 será realizada já no próximo domingo, no circuito de Budapeste, com a disputa do GP da Hungria.

A corrida. A prova não foi realizada sob chuva, mas teve início com a pista úmida, já que choveu antes da disputa do GP da Alemanha. Na largada, o pole position Webber não conseguiu manter a ponta e foi ultrapassado por Hamilton. Alonso ultrapassou Vettel para assumir o terceiro lugar. Já Massa tentou ser agressivo na largada, mas não conseguiu passar Vettel e caiu para o sexto lugar atrás do alemão Nico Rosberg.

O brasileiro enfrentou dificuldades para ultrapassar o piloto da Mercedes, o que o fez perder contato com os primeiros colocados. Vettel deu o troco em Alonso, mas perdeu a terceira colocação para o espanhol na oitava volta. Na 12ª, Hamilton perdeu a liderança para Webber ao cometer um erro, mas recuperou a ponta logo em seguida. Enquanto isso, Barrichello abandonou a corrida por problemas na sua Williams.

Com a estratégia de pit stops, a Red Bull chegou colocar Webber na liderança do GP da Alemanha. A McLaren, porém, conseguiu ver Hamilton reassumir a ponta ao colocar os pneus duros no carro do piloto inglês antes da parada dos seus principais concorrentes na prova. Assim, ele conseguiu ultrapassar Webber e Alonso.

Na última volta, Massa e Vettel, que disputavam a quarta colocação, precisaram realizar um último pit stop. Os mecânicos da Red Bull foram mais rápidos do que os da Ferrari e colocaram o alemão em quarto lugar. Na ponta da prova, Hamilton não foi pressionado pelos adversários no final e venceu o GP da Alemanha com uma vantagem de 3s9 para Alonso, o segundo colocado.

Confira a classificação final do GP da Alemanha:

1.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), 60 voltas em 1h37min30s334

2.º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 3s9

3.º - Mark Webber (AUS/Red Bull), a 9s7

4.º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 47s9

5.º - Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 52s2

6.º - Adrian Sutil (ALE/Force India), a 1min26s2

7.º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1 volta

8.º - Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 1 volta

9.º - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), a 1 volta

10.º - Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), a 1 volta

11.º - Sergio Pérez (MEX/Sauber), a 1 volta

12.º - Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), a 1 volta

13.º - Paul di Resta (ESC/Force India), a 1 volta

14.º - Pastor Maldonado (VEN/Williams), a 1 volta

15.º - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), a 1 volta

16.º - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus), a 2 voltas

17.º - Timo Glock (ALE/Virgin), a 3 voltas

18.º - Jérôme D''Ambrosio (BEL/Virgin), a 3 voltas

19.º - Daniel Ricciardo (AUS/Hispania), a 3 voltas

20.º - Karun Chandhok (IND/Lotus), a 4 voltas

Não completaram:

Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania)

Jenson Button (ING/McLaren)

Rubens Barrichello (BRA/Williams)

Nick Heidfeld (ALE/Renault)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.