Lewis Hamilton festeja 'final de semana fantástico'

Depois de vencer o GP de Cingapura de Fórmula 1, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, admitiu que foi muito pressionado por Nico Rosberg, da Williams, e Sebastian Vettel, da Red Bull, e festejou o que chamou de "perfeito fim para um final de semana fantástico".

AE, Agencia Estado

27 de setembro de 2009 | 13h38

"A corrida foi fisicamente muito desgastante para todos os pilotos, mas isso estava realmente muito claro pra mim. Eu fiz uma boa largada e sabia que estava correndo mais do que os caras atrás de mim, então eu fui capaz de manter a distância para eles. Foi uma corrida muito bem controlada dessa forma", afirmou Hamilton, que lembrou que teve superar "um pequeno problema" ocorrido com o Kers do seu carro.

"Eu não tive um problema no cockpit do meu carro e consegui apenas desativá-lo e usá-lo novamente depois. Isso (o Kers) funcionou bem depois do problema. Viemos aqui esperando por um bom resultado - e eu queria me redimir depois da última volta em Monza - e nós (da McLaren) conseguimos", ressaltou o piloto inglês, lembrando que bateu o seu carro na última volta do GP da Itália, há duas semanas, quando estava na terceira posição, desperdiçando a chance de subir ao pódio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.