Oliver Multhaup/AP
Oliver Multhaup/AP

Lewis Hamilton prevê dificuldades para a McLaren na Malásia

Mesmo com o terceiro lugar na prova de estreia, inglês alega problemas no desenvolvimento do seu carro

AE, Agencia Estado

30 de março de 2009 | 10h31

MELBOURNE - O inglês Lewis Hamilton conquistou um resultado acima das expectativas no GP da Austrália, no domingo. Mesmo com um carro considerado ruim pela própria McLaren, ele cruzou a linha de chegada em quarto - depois da prova, ganhou a posição de Jarno Trulli, que foi punido. Mas para o GP da Malásia, no próximo domingo, em Sepang, o atual campeão não espera repetir o terceiro lugar.

Veja também:

linkHonda envia mensagem de felicitação à Brawn por vitória 

linkApós bater na largada, Barrichello não esperava recuperação 

linkButton vence e Barrichello é 2.º no GP da Austrália

especialESPECIAL: Conheça os pilotos e equipes da F-1 2009

especialConfira o calendário (com horários) da temporada

especialESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

"Sinceramente, acho que a Malásia será muito difícil nessa temporada. Acho que vamos melhorar o carro, mas é uma pista de alta velocidade, um circuito muito técnico, estamos com problemas de pressão aerodinâmica no momento e por isso creio que será difícil", afirmou.

Para a segunda prova do ano, a McLaren já deve estrear partes de um novo pacote aerodinâmico. Entre as novidades pode estar o difusor nos moldes do utilizado por Brawn GP, Toyota e Williams.

"Temos um plano de desenvolvimento bem agressivo, precisamos fazer isso para melhorar o carro. Teremos novos componentes a cada corrida e temos de continuar trabalhando até que sejamos rápidos o suficiente para marcar pontos con frequência", afirmou o chefe da equipe, Martin Whitmarsh.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1McLarenLewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.