Lewis Hamilton sofre com racismo na Espanha

O piloto britânico Lewis Hamilton sofreucom o racismo de torcedores espanhóis durante testes nocircuito de Montmelo, em Barcelona, informou a imprensa localneste domingo. Repórteres de vários jornais disseram que o piloto daMcLaren foi vaiado e insultado cada vez que seguia para osboxes no sábado. O correspondente do diário espanhol Marca disse que seouviam claramente gritos de "negro p..." e "negro de m..." eque grande parte da platéia esteve envolvida. "Não é certa a maneira como o estão tratando", teria ditoIndy Lall, chefe da equipe de testes da McLaren. O jornal Marca afirmou que o diretor do circuito solicitoua colocação de cercas em torno do paddock da McLaren e ordenoua remoção de faixas que foram colocadas do lado oposto da basede operações da equipe. O diário La Vanguardia também disse que o diretor docircuito lembrou aos torcedores de suas obrigações no local doevento. "Gostaríamos der fazer um apelo aos torcedores para seportarem corretamente, nenhum comportamento ofensivo vai sertolerado", disse Ramon Pradera, diretor do circuito, segundo ojornal. Hamilton, vice-campeão no ano passado, se tornou uma figuraodiada na Espanha por causa de sua rivalidade com FernandoAlonso, ex-companheiro de equipe e hoje na Renault. "A McLaren corre e testa em circuitos espanhóis há muitoanos e todos aqueles ligados à equipe vêem a Espanha e osespanhóis com grande afeto, incluindo Lewis", declarou oporta-voz da escuderia. Incidentes racistas têm assolado os esportes na Espanha, emespecial o futebol, nos últimos anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.